Polícia prende 4ª integrante de quadrilha e identifica mandante de roubo

A Polícia Civil prendeu a 4ª integrante de um roubo a uma joalheria no bairro São Judas Tadeu, em Coxim. Aline Amaral Azevedo, 22 anos, foi presa na tarde de ontem (04). O mandante do crime, um presidiário, já foi identificado e arquitetou o roubo por telefone.

Foto: Reprodução/ Facebook
Foto: Reprodução/ Facebook

Segundo o site Edição de Notícias, Aline foi localizada e presa numa residência no bairro Senhor Divino. Em entrevista, ela confessou aos policiais que ficou com a função de passar a localização da joalheria, além de abrigar e dar comida aos três em sua casa até o momento em que eles saíram para praticar o assalto.

Ainda de acordo com o site, um homem comandou todo o crime por telefone de dentro de um presídio. Ele já foi identificado, porém o nome ainda não será divulgado para não atrapalhar as investigações.

As joias roubadas seriam divididas em três partes maiores e depois subdivididas com outros envolvidos.

A Polícia Civil continua investigando o caso para chegar aos nomes de todos integrantes da quadrilha. Já foram presos além de Aline, Rafael da Silva Maia, 29 anos, Igor Vinícios Antunes de Amorim,18 anos, e um menor de 17 anos apreendido.

Foto: Angela Bezerra
Foto: Angela Bezerra

O assalto

A vítima, um empresário de 58 anos, contou que estava em seu estabelecimento na manhã dessa quinta-feira (04), quando Amorim e o adolescente entraram se passando por clientes. Eles pediram pare ver alguns relógios e quando simularam que iriam fazer o pagamento, o adolescente sacou um revólver e anunciou o assalto.

A dupla amarrou Dresch e alguns clientes que estavam no local. Em seguida, colocaram joias e relógios que conseguiram pegar numa mochila e fugiram no VW Gol branco, que era conduzido por Maia que já aguardava para dar fuga.

Desesperado o comerciante correu até a rua, onde uma viatura da Polícia Militar passava e com as informações do veículo iniciou as buscas. O carro foi avistado na avenida Gaspar Ries Coelho e os militares iniciaram o acompanhamento tático.

Os militares deram ordem de parada, porém o condutor empreendeu fuga em direção a BR-163. Após aproximadamente 6 quilômetros de perseguição, os policiais atiraram no pneu do carro, que capotou às margens da rodovia.

Todos os objetos roubados foram recuperados e a arma usada no crime, um revólver calibre 38 e 20 munições, do mesmo calibre, apreendidos.

Comentários

comentários