Polícia paraguaia prende brasileiro em laboratório de drogas com mais 1,5t de maconha

MF com Porã News

O brasileiro Valdecir Antônio de Oliveira (43) foi detido em flagrante em um gigantesco laboratório de preparo de maconha, que também funcionava como acampamento dos traficantes. A ação foi realizada pela Secretaria Nacional Anti Drogas (Senad) na colônia Manta Potrero distrito da cidade paraguaia de Capitão Bado, que faz fronteira com o município Sul-Mato-Grossense de Coronel Sapucaia, a 395 Km de Campo Grande.

Segundo informações do site Porã News, após trabalho de inteligência dos policiais, foi detectada a existência de um centro de processamento e produção do narcotráfico na região.

Os agentes paraguaios apreenderam 33 quilos de maconha picada e 1.540 quilos de maconha prensada, além de 800 quilos de maconha ainda em galho que estavam distribuídos em oito acampamentos com dois depósitos .

No local, ainda foram apreendidos quatro carregadores para calibre 5.56 com 30 cartuchos, uma mira telescópica marca Sniper, um carregador tipo caracol para o calibre 39mm para 100 cartuchos, 250 cartuchos do calibre 9mm, 110 cartuchos do calibre 39mm, um binoculo marca Celestron, 173 cartuchos do calibre 51mm, 42 cartuchos do calibre 5.56mm, 9 cartuchos para escopeta calibre 32, 7 colete balísticos, 03 calças camufladas, 05 camisas camufladas tipo cobi, 03 camisetas camufladas e 03 bonés camuflados, similares as usadas pelos agentes da Policia Nacional do Paraguai.

O brasileiro estava sozinho no local no momento da prisão. Ele e os objetos foram encaminhados a base da Senad em Pedro Juan Caballero. A droga e toda a estrutura do laboratório e acampamento foram incineradas.

Comentários