Polícia Militar homenageia personalidades com a Medalha Tiradantes

Silvio Ferreira

Corporação em forma durante a cerimônia. Foto: Silvio Ferreira

Na manhã desta terça-feira, 24, a Polícia Militar de Mato Grosso do Sul homenageou a membros da instituição, de outras corporações e personalidades civis, com a Medalha Tiradentes, em cerimônia realizada no Centro de Convenções Albano Franco, na Capital. O governador Reinaldo Azambuja (PSDB), que está em viagem oficial e não pode participar, foi representado pelo secretário estadual de Segurança Pública, delegado Antônio Carlos Videira.

“Cada homenageado contribuiu para que MS esteja em destaque na Segurança Pública no País”, declarou secretário. Foto: Silvio Ferreira

“- Os homenageados tiveram, ao longo do último ano, papéis importantes para que Mato Grosso do Sul apareça em destaque nacional pelos avanços na Segurança Pública, enquanto boa parte do País registrou aumentos alarmantes dos índices de violência e criminalidade”, declarou o secretário, fazendo referência a pesquisas recentes que apontam Mato Grosso do Sul como um dos estados mais seguros do País para se viver.

 

Barbosa destacou o empenho das corporações que integram a Segurança Pública do Estado para que MS figure entre os mais seguros do País. Foto: Silvio Ferreira

Representando a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, o ex-secretário de Justiça e Segurança Pública, deputado estadual José Carlos Barbosa (DEM), também destacou os avanços no setor nos últimos anos e elogiou a dedicação dos integrantes das polícias Militar e Civil e os investimentos feitos pelo governo do Estado, como determinantes para que MS esteja em destaque no cenário nacional da Segurança Pública, quando na maior parte do País, os índices de criminalidade cresceram exponencialmente.

Monitor da Violência – Apesar de MS ser um estado com vasta extensão de fronteira seca com a Bolívia e o Paraguai, o estado ficou em oitavo lugar entre as 27 unidades da Federação entre os mais seguros para se viver, em pesquisa nacional divulgada no mês de março.

Em 2017, foram 669 mortes violentas no estado – média de 24,7 para cada 100 mil habitantes – índice bem abaixo da média nacional, de 34,33%.

Os números são do levantamento Monitor da Violência, elaborado pelo Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo (USP) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, com base em dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública.

Cerimônia foi encerrada com o desfile da tropa. Foto: Silvio Ferreira

Medalha Tiradentes – Ao todo foram homenageadas pelo destaque nos serviços prestados à Corporação em 2017, 156 personalidades de Mato Grosso do Sul – das quais 111 são oficiais ou praças da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul – e até de outros estados.

A honraria, criada em 1982, leva o nome do mártir da Inconfidência Mineira, e patrono das polícias militar e civil do Brasil, Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes.

Comentários