Polícia mata assaltante durante troca de tiros em Campo Grande

Um homem morreu após uma troca de tiros na madrugada deste sábado (27), em Campo Grande, de acordo com a polícia. Os policiais do Batalhão de Choque iniciaram a perseguição ao assaltante na saída para Sidrolândia, por volta das 3h (de MS). Ele estava sem documentos na ocasião e ainda não teve a identidade revelada.

Assaltante morreu em troca de tiros com a PM (Foto: TV Morena)
Assaltante morreu em troca de tiros com a PM (Foto: TV Morena)

Segundo o delegado Hoffman D’Àvila, plantonista da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga, o suspeito abordou um professor, dizendo: “Passa a chave, não quero fazer nada de mal com você. Depois vira de costas e não olha para trás”, comentou. Em seguida, o assaltante foi embora e a vítima acionou a polícia.

“O suspeito estava sozinho na ocasião e enquanto ele tentou a fuga a polícia cercou todas as saídas. A perseguição teve início na saída para Sidrolândia, onde o autor fez os primeiros disparos. Os militares ainda revidaram, atirando no pneu com a intenção de contê-lo, mas sem sucesso. O autor então capotou e, mesmo assim, desceu do carro com a arma em punho”, comentou o delegado.

Ainda conforme o delegado, o suspeito estava com munições no bolso e recarregava a arma a todo momento. “Foram ao todo cerca de dez tiros contra os policiais. Ele ia atirando e recarregando a arma com as munições que estava no bolso. A perseguição só parou na saída para São Paulo, próximo a Gameleira. O assaltante foi ferido com dois tiros e veio a óbito”, explicou.

O homem ainda foi levado para o Hospital Rosa Pedrossian. “A suspeita é que ele tinha intenção de esconder o carro por um período e depois levá-lo ao Paraguai”, finalizou o delegado.

O veículo foi apreendido e levado para a delegacia, sendo a ocorrência registrada como roubo qualificado pelo uso de arma de fogo.

Comentários

comentários