Polícia já tem pistas sobre autor de homicídio na Avenida das Bandeiras

O delegado titular da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário(DEPAC), do bairro Piratininga, João Reis Belo prestou esclarecimentos ao Página Brazil na manha de hoje(23), sobre as investigações do homicídio de Rafael Nantes do Amaral, de 24 anos, ocorrido nesta madrugada em Campo Grande.

De acordo com o delegado o autor dos disparos utilizava uma motocicleta vermelha da marca Honda Cg 125cc e no momento da fuga se chocou em um veiculo Saveiro de cor prata, em seguida abandonou a moto no local. Ele afirma que a motocicleta já está sobre a posse da policia onde será realizada a pericia.

Segundo Reis já foram ouvidas duas testemunhas e a polícia  já tem pistas da autoria do crime, porem não quis comentar qual seria a motivação para não atrapalhar as investigações. O delegado afirma ainda que aguarda a apresentação do autor e caso isso não ocorra será solicitado um mandato de prisão preventiva contra o mesmo.

Caso

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o crime aconteceu por volta das 4h (de MS), na avenida das Bandeiras. Quando o socorro chegou, o jovem já estava morto. A suspeita é que a vítima tenha sido atingida por um tiro no olho e por quatro no tórax.

Moto apreendida no local do crime Foto Paulo Francis
Moto apreendida no local do crime

O rapaz estava em uma casa noturna com uma mulher quando em determinado momento saiu do local falando ao telefone e dizendo que socorreria um conhecido, que estava tendo problemas com moradores do Bairro Guanandi.

Local onde Rafael foi assassinado Foto Paulo Francis
Local onde Rafael foi assassinado Foto Paulo Francis

Uma motocicleta vermelha, segundo testemunhas, se aproximou, subiu na calçada e o condutor efetuou os disparos contra Rafhael, fugindo em direção a Avenida Manoel da Costa Lima. O autor colidiu contra um veículo Saveiro, deixando local um capacete, mas continuou a fuga e abandonou a motocicleta próximo ao local. Ao lado da casa noturna existem estabelecimentos comerciais com câmeras de segurança, que estão sendo analisadas.

Paulo Francis

Comentários

comentários