Polícia investiga funcionários que seriam demitidos para apurar incêndio criminoso

DSC_0107
Bombeiros acreditam que fogo começou na parte interna do carro.

As investigações iniciais da polícia civil, sobre o veículo incendiado hoje (29) por volta das 14:30 no estacionamento do Aquário do Pantanal, suspeitam que o dono do carro pode ter sido vítima de retaliação.

Segundo informações da delegada Anne Karine, da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário do centro, a substância encontrada em uma garrafa peto do lado externo do veículo é inflamável e uma testemunha teria dito que viu dois homens suspeitos em um motocicleta vermelha.

 

O dono do veículo seria o responsável por coordenar o trabalho dos reeducandos no local, presos do regime semi-aberto, que ao todo somam 42 trabalhadores. Nesta semana ele teria anunciado que 10 pessoas seriam demitidas. A polícia agora vai investigar a lista com esses nomes para verificar se algum deles tem relação com o crime.

O caso será encaminhado para a 1ª Delegacia de Polícia de Campo Grande.

Luana Campos

Comentários

comentários