Polícia identifica cinco suspeitos de participarem de explosão à agência da Caixa

Da Redação/JN

A Polícia conseguiu identificar cinco suspeitos de participarem da explosão à agência bancária em Paranaíba, município na região leste de Mato Grosso do Sul, na madrugada desta quarta-feira (10). Por meio das imagens de câmeras de segurança também foi possível ver a função de cada um na ação que durou cerca de 15 minutos. Ninguém foi preso.

Agência da Caixa em Paranaíba, MS (Foto: PM/ Divulgação)

“Essa é a modalidade que conhecemos como novo cangaço, conseguimos uma imagem da frente da agência onde cinco indivíduos se dividiram entre as tarefas, um ficou na esquina com um calibre 12, outro com um fuzil 556 e outros três na frente da agência fazendo realmente a parte da explosão”, afirmou o titular da Delegacia Especializada Repressão a Roubos a Banco, Assaltos e Sequestros (Garras) Fábio Peró.

A Caixa Econômica Federal informou que ainda não foi calculado a quantidade de dinheiro levada e nem o prejuízo gerado pela explosão.

Imagens das câmeras de segurança mostram que a agência ficou praticamente destruída. Durante a ação, bandidos atiraram em direção a veículos que passavam pelo local e um carro foi atingido, porém, ninguém se feriu. Eles ainda trocaram tiros com a Polícia Militar.

A perícia encontrou explosivos e várias cápsulas de fuzil pelas ruas. Nas imagens feitas pela câmera de segurança é possível ver que quatro bandidos pegam pacotes e colocam no porta-malas de um carro de passeio, usam fuzis e fogem no veículo.

Paranaíba está localizada na divisa com Goiás e Minas Gerais, o que dificulta as investigações, segundo a polícia. Policiais dos três estados ajudam nas buscas. A apuração sobre o crime é de responsabilidade da Polícia Federal, já que a agência é da União.

“Nós estamos colhendo informações, colhendo imagens, no sentido de obter uma possível rota de fuga desses indivíduos”, afirmou o delegado da Polícia Civil Francisco Antônio.

Comentários