Polícia identifica assassinos de vendedor na fronteira

Após um trabalho de inteligência realizada por investigadores do SIG da Policia Civil e agentes da Policia Nacional do Paraguai, os supostos autores foram identificados como, Jair Schwigel (20) e Guilherme Torres da Rocha (24) que para não pagar uma divida mantida com a vitima Guilherme Valério Dure (51) o sequestraram e posteriormente o executaram com requintes de crueldade e tortura em meio a uma plantação de soja situado na colônia Porteira Ortiz na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero, onde após estar desaparecido por três dias foi encontrado por trabalhadores que realizavam a limpeza da plantação.

Segundo informações a dupla teria adquirido um veiculo da vitima e este ao tentar receber o valor da parcela, teria sido sequestrado pela dupla e posteriormente torturado e levado ao meio a uma plantação de soja na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero, onde possivelmente foi torturado com extrema brutalidade, onde após sofrer principio de enforcamento e cortes a faca, foi executada com um disparo de arma de fogo do calibre 22, o que teria causado uma agoniante e lenta morte a vitima no local na que foi abandonado sem meios de solicitar ajuda ou apoio medico.

A brutalidade que foi imposta a vitima, chocou a sociedade assim como os agentes da policia que atuaram no caso, pela que os mesmos realizaram uma força tarefa de trabalho conjunto a fim de identificar os autores que se encontram com prisão preventiva decretada mas até o momento se encontram foragidos e segundo informações poderiam estar se refugiando na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero na fronteira com Ponta Porã. (Porã News)