Polícia cumpre sete mandados em operação contra aborto ilegal

Jackson Nogueira

A Deaij (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude) com apoio da Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico fazem na manhã desta terça-feira (16), em Campo Grande, operação Herodes, contra aborto ilegal.

São cumpridos mandados de prisão e de busca e apreensão na capital sul-mato-grossense.

São cumpridos quatro mandados de busca e apreensão e três de prisão.

As ordens judiciais foram expedidas pela 1ª Vara do Tribunal do Júri da capital sul-mato-grossense.

A ação é resultado de investigação iniciada a partir do caso de uma adolescente de 17 anos, que em 15 de março deste ano praticou aborto e enterrou o feto no quintal de casa, no Bairro Guanandi.

Na ocasião, a mãe da adolescente, suspeita de ter obrigado a filha a abortar, negou que induziu a garota a interromper a gravidez e disse que sua vida havia virado um inferno da noite para o dia depois que o namorado da garota denunciou o caso à polícia. Na época, o feto foi encontrado dentro de uma caixa de papelão, com flores e um rosário dentro.

Comentários