Polícia acredita em suicídio de detento encontrado morto dentro de cela

José Lenin Alves Camucci, de 21 anos, detento do Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande, foi encontrado morto hoje de manhã (22) na cela 12 ,do pavilhão 4, área de saúde do estabelecimento penal.

Ele estava com a ponta de uma corda artesanal em volta do pescoço e outra pendura à grade da cela.

Segundo informações da Agepen ( Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), os detentos Gilson Batista Severino e Givan Oliveira da Silva Junior, foram entregar o lanche da manhã e constataram que José Lenin estava com a corda amarrada ao pescoço.

Eles chamaram o preso, mas como ele não respondia, entraram na cela e constataram a que a vitima estava morta e acionaram os agentes de plantão.

A polícia civil esteve no local e registrou a morte como suicídio.

De acordo com a Agepen, José tinha problemas psiquiátricos e estava preso desde outubro de 2014 por violência doméstica contra a mãe.

Comentários

comentários