PMA localiza arrastão no rio Taquari e apreende rede de pesca

Lúcio Borges

A PMA-MS (Polícia Militar Ambiental de MS) em Coxim, com o uso de um drone, localizou dois pescadores fazendo uma espécie de arrastão com rede de pesca no rio Taquari. A equipe de policiais fez nesta terça-feira (4), a apreensão dos materiais, mas os homens fugiram ao avistarem os agentes ambiental.

Conforme a PMA, em monitoramento e vigilância de cardumes no rio, a equipe policial realizava a fiscalização preventiva na tarde de ontem, quando avistaram através do drone dois elementos em uma embarcação, pescando com rede – petrecho proibido.

Quando os policiais se deslocaram até o local foram vistos à distância pelos infratores que fugiram com a embarcação, abandonando a rede de pesca no local. A equipe realizou diligências, porém, não conseguiu prender os criminosos. Já a rede de pesca foi retirada do rio e apreendida.

Ainda conforme a PMA, fiscalização preventiva continuará sendo realizada já que é fundamental para evitar a depredação dos cardumes, especialmente com uso deste tipo de petrecho ilegal que tem alto poder de captura.

Penalidades

Os pescadores estão sendo procurados e, caso sejam identificados, responderão por crime ambiental de pesca predatória. A pena para este crime é de um a três anos de detenção. Há também previsão de multa administrativa de R$ 700,00 a R$ 100.000,00.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu cometário!
Por favor, insira seu nome aqui