PM para suspeito e flagra dois bebês abandonados e sem comida em bairro da Capital

Lúcio Borges

Foto: divulgação PM-MS

A PM-MS (Polícia Militar de MS) em Campo Grande realizou uma ação e flagrou ou descobriu outra, que pode ter evitado o pior a vida de duas crianças bebês, que estavam abandonados e sem comida em bairro da Capital. O que seria pai saiu na noite dessa sexta-feira (1), e deixou os pequenos, de 7 meses e um ano de idade, trancados em um casebre no no bairro Coophamat, região oeste da cidade. A mãe teria ido trabalhar e deixou os filhos com o genitor, que largou os meninos a própria sorte, e ainda para talvez cometer crime, como são e foram parados na rua como suspeitos por policiais militares em ronda pelo bairro Caiçara. O homem, que estava com outro, foram pegos com armas e produtos de roubos.

Conforme mencionou a PM, em boletim de apreensão e ocorrências, os PMs faziam rondas de rotina, pela “Operação Carnaval”, quando se depararam com uma situação de suspeitos e após se tornou até inusitada e comovente na noite de ontem. “Ao ser abordado em atitude suspeita, um homem que foi flagrado com arma de fogo disse aos policiais que precisava ir até sua casa, pois seus dois filhos de um ano e uma bebê de 7 meses estavam sozinhos em casa”, menciona PM sobre a ação, por volta das 20 horas, em rondas pelo bairro Caiçara em que dois homens em uma moto, em atitude suspeita, foram abordados.

A polícia que de inicio já pegou que eles estavam com uma arma de fogo, uma garrucha combo, que funciona tanto no  calibre 22 quanto no calibre 36, iria levar a dupla a delegacia. Mas, tinha que verificar o que o carona, um jovem de 23 anos disse aos policiais, que precisava ir até sua casa no Coophamat pois seus dois filhos haviam ficados sozinhos.

O jovem suspeito, então estaria falando a verdade, mais foi pego em mais um crime, de abandono de incapaz. Os policiais, quando chegaram no local se depararam com uma bebê de sete meses e um menino de um ano, sozinhos, trancando em um cômodo em situação precária e sem comida. “Estavam em um quarto com a porta cadeada e acordados, deitados em um colchão, acreditamos que estavam há umas duas horas sozinhos. No local não tinha comida e nem leite, a casa não tinha condições de higiene”, conta uma das policiais da 10ª Companhia Independente da PM, que atendeu a ocorrência.

Realidade de tempo e já assimilada com 1 ano

A policial fez relato e como mulher se emocionou, mesmo dentro da profissão, fazendo com que os próprios policiais comprassem bolachas e leite e alimentaram as crianças, onde ainda viram o que o garoto de apenas um aninho já ‘aprendeu’. “Eles estavam com fome e o que me chamou a atenção é que eles devem ficar sozinhos com frequência, pois o menino cuida da bebê e antes mesmo de comer, se preocupou em dar comida primeiro para a irmã”, conta.

A mãe das crianças, de 26 anos, trabalha como gerente de uma boate, conforme informações policiais, e deixa as crianças aos cuidados do pai para ir trabalhar. Ainda conforme informações da polícia, os menores não tinham sinais aparentes de maus-tratos.

Eles foram encaminhados para o Conselho Tutelar e os pais para a Delegacia de Polícia por abandono de incapaz, sendo que o pai também foi autuado por porte ilegal de arma de fogo.

Arma usada em roubos ???

Arma e produtos apreendidos com a dupla (foto: divulgação PM)

Os policiais que fizeram a abordagem inicial e verificaram toda situação, registraram que a arma apreendida deve ter sido usada em roubo a um comércio na mesma região em que foram abordados. A dupla não assumiu a autoria do crime apontado, mas será investigado, pois pelas características da arma, a polícia acredita que seja a mesma.

O então assalto teve ação filmada por câmeras de segurança do local e mostram dois homens entrando em um comércio e com uma arma bem parecida com a apreendida, rendem o caixa, pegam alguns produtos e vão embora.

Além das duas armas, vários aparelhos celulares foram encontrados com os dois homens. Contudo, não há informações se os autores já têm passagens pela polícia.

Comentários