Placar da bancada de MS foi de 5 a 3 pelo impeachment de Dilma

A bancada federal de Mato Grosso do Sul, na Câmara dos Deputados, votou neste domingo no processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT.O Placar mostrou cinco votos a favor a abertura do processo e três contra.

Deputado Elizeu Dionízio do PSDB
Deputado Elizeu Dionízio do PSDB

Votaram a favor do impeachment os deputados Tereza Cristina Corrêa Dias (PSB), Elizeu Dionísio (PSDB), Luiz Henrique Mandetta (DEM), Geraldo Resende (PSDB) e Carlos Marun (PMDB). Já os que foram contra este processo, e ainda argumentam que a denúncia não tem sustentação, aparecem Zeca do PT, Vander Loubet (PT) e Dagoberto Nogueira (PDT).

Para Luiz Henrique Mandetta (DEM) os motivos são suficientes para a saída da presidente. Elizeu Dionísio (PSDB) também aderiu a campanha pró-impeachment, tanto que comemorou a vitória da chapa de oposição no Congresso, no primeiro embate com a ala governista.

Contra – Os deputados que são contra o processo de impeachment, destacam que além da denúncia não ter sustentação para saída de uma presidente, ainda foi aceita em uma ação de “chantagem” do presidente da Câmara dos Deputados, que tenta se manter no cargo.

Comentários

comentários