PF deflagra operação contra tráfico de drogas em aldeias

Operação denominada “Tekoha II” – de significado aldeia guarani, é deflagrada na manhã desta sexta-feira (4) para combater o crime de tráfico de drogas na reserva indígena do segundo maior município de Mato Grosso do Sul – Dourados.

Aldeia Bororó, em Dourados (Foto: Divulgação)
Aldeia Bororó, em Dourados (Foto: Divulgação)

Segundo a PF, o objetivo da Tekohá II é cumprir 19 mandados de busca e apreensão nas aldeias Jaguapiru e Bororó, onde vivem aproximadamente 13 mil indígenas guarani kaiowá.

Participam da operação 100 policiais federais e militares e ainda três cães farejadores para facilitar a localização de entorpecentes.

Os mandados foram expedidos pela 1ª Vara Criminal de Dourados. Detalhes da operação devem ser divulgados em entrevista coletiva marcada para o fim da manhã.

No fim de julho, lideranças indígenas denunciaram ao MPF (Ministério Público Federal) a presença de álcool e drogas nas aldeias, principalmente entre jovens e adolescentes.

“A droga e a bebida alcoólica estão demais dentro das aldeias, estão avançando em nós, na nossa juventude. E a maioria [dos usuários] é de menor, de 10 a 15 anos, que praticam muito essas drogas”, relatou Ancieto Velasques, vice-líder do Conselho Indígena.

Na época da denúncia, as aldeias estavam sem policiamento e a Justiça Federal determinou que pelo menos 12 policiais fizessem a segurança nas localidades.

Comentários

comentários