Petistas avaliam que depoimento não deve impedir condenação de Lula

Da Redação/JN

CURITIBA – Dirigentes petistas avaliam que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se saiu bem no depoimento de quarta-feira ao juiz Sergio Moro, mas entendem que isso não deverá ser suficiente para que ele seja absolvido pelo magistrado.

— O depoimento nos deu elementos para absolver o Lula nas praças e nas ruas — disse o vice-presidente da legenda, Jorge Coelho.

Lula prestou depoimento ao juiz Sérgio Moro Foto: Reprodução de vídeo

Questionado se existe risco do ex-presidente ser impedido de disputar a eleição presidencial do ano que vem, o dirigente petista respondeu:

— Para quem fez o impeachment e deu essa pernada, dar outro golpe é pouco. A política está nas mãos do Judiciário.

O secretário de organização da legenda, Florisvaldo Souza, também acredita que o ex-presidente tem poucas chances de ser inocentado.

— Não existe um processo contra o Lula, existe uma disputa política e uma perseguição.

Florisvaldo avalia que Lula foi bem no depoimento porque teve “firmeza e não deixou de explicar nada”.

Lula deixou Curitiba ainda na noite de quarta-feira, após um discurso a militantes no centro da cidade.

TRÍPLEX SEM EXPLICAÇÃO

Durante seu depoimento, Lula não conseguiu explicar a revelação do tríplex feita pelo GLOBO em 2010, na qual a OAS reservou para o petista e a mulher, Marisa Letícia, o apartamento 164-A do Edifício Solaris, no Guarujá, no litoral de São Paulo.

O apartamento passou por reformas que incluíram a instalação de um elevador privativo e uma área gourmet, também paga pela empreiteira. Outros imóveis do mesmo prédio não receberam as mesmas intervenções. Entre 2005 e 2009, o ex-presidente pagou R$ 188,2 mil por cota que dava direito a um apartamento simples no edifício.

A Lava-Jato suspeita que Lula usaria o crédito que tinha no Solaris para obter o tríplex reformado, sem ter que pagar valor a mais pelas melhorias. Lula desistiu de ficar com o apartamento após a revelação pelo GLOBO dos detalhes das intervenções da OAS. A construtora, segundo diz agora a Lava-Jato, gastou R$ 1,1 milhão em benfeitorias no imóvel. Lula e Marisa visitaram a reforma do tríplex, quando foram flagrados em fotografias avaliando o local. Vizinhos também afirmam que Marisa chegou a pegar as chaves do imóvel.

 

Comentários