Pescadores são presos fazendo arrastão com tarrafas no rio Miranda

Da Redação

Divulgação

Policiais Militares Ambientais de Jardim, que trabalham na operação Pesque Legal, dentro da operação Pacificador 67 (PMMS), realizavam fiscalização no rio Miranda na região conhecida como Poço do Abacaxi, quando prenderam dois pescadores por capturar pescado utilizando petrechos proibidos (tarrafas).

Os infratores, um autônomo de 40 anos, residente em Campo Grande e, um lavrador de 57, residente em Caracol, foram presos, quando pescavam juntos cada um com uma tarrafa (petrecho proibido).

De acordo com o Dourados News, os infratores iniciavam a pescaria e tinham capturado apenas três quilos de pescado. Prisão deste tipo indica a necessidade da realização de operação dessa natureza, pois se esses dois elementos tivessem mais tempo e encontrassem um cardume, o dizimariam rapidamente com este tipo de petrecho.

Os pescadores receberam voz de prisão e foram conduzidos à delegacia de Polícia Civil de Jardim, onde eles foram autuados em flagrante por crime ambiental de pesca predatória. Se condenados poderão pegar pena de um a três anos de detenção. Cada pescador também foi autuado administrativamente e recebeu multa de R$ 740,00.

Comentários