Peixaria de Hipermercado é interditada após apreensão de 1t de pescado

Da Redação/JP

Ação conjunta interditou a peixaria do hipermercado (Foto: PMCG/Divulgação)

A Subsecretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor, em parceria com o Procon Estadual, deflagrou manhã desta quinta-feira (25) uma operação que resultou na interdição de uma peixaria do Hipermercado Extra, na Rua Maracaju, em Campo Grande, por estar vendendo produtos impróprios para o consumo humano.

Esta não é a primeira vez que o supermercado é flagrado vendendo produtos sem condições de consumo. A operação se deu após denúncia anônima e conta com o apoio da Decon (Delegacia de Defesa do Consumidor) e da Vigilância Sanitária Municipal.

De acordo com o subsecretário municipal de Proteção e Defesa do Consumidor, Valdir Custódio, cerca de uma tonelada de peixe foi recolhido. “A câmara fria da peixaria foi interditada. Estão pesando o material apreendido, que deve resultar em cerca de uma tonelada de peixe impróprio para o consumo”, afirma.

Além do peixe, cerca de 200 itens foram recolhidos por estarem foram do prazo de validade ou sem informações ao consumidor.

Para Valdir Custódio, “o que foi constatado hoje fere não apenas o direito do consumidor, como saúde pública do campo-grandense. A secretaria está atenta e atuante”.

Por meio de nota, a rede de hipermercados informou estar tomando as devidas providências. “A rede pauta suas ações no respeito ao cliente e informa que está acompanhando as atividades de fiscalização dos órgãos responsáveis, e tomará todas as medidas necessárias a respeito das questões apontadas durante a inspeção”, diz o texto. 

Comentários