Pedro Chaves ratifica que assumirá vaga no Senado na próxima terça-feira

Pedro Chaves tem previsão de assumir mandato na próxima terça-feira
Pedro Chaves que se torna senador de fato, em cinco dias oficialmente.

O professor, economista e empresário Pedro Chaves dos Santos Filho (PSC), confirmou que assumirá na próxima terça-feira (17), a vaga deixada pelo ex-senador Dolcídio do Amaral (sem partido), que foi cassado na terça-feira (10) pelo Senado Federal, por quebra de decoro parlamentar. A informação foi ratificada pelo agora representante de Mato Grosso do Sul na Casa alta do Legislativo, em entrevista na sede do grupo Capital de Comunicação, onde Chaves falou ao vivo na Rádio Capital FM 95 e em seguida gravou um vídeo ao Página Brazil.

O novo senador da República, no inicio da manhã desta quinta-feira (12), reafirmou ‘ao vivo’ que fará um mandato voltado aos municípios de MS, para tratar de questões básicas que atinge diretamente ou ‘diariamente’ as administrações locais, e acima de tudo a população. O Página Brazil, em contato por telefone, já havia adiantado em reportagem publicada no fim da manhã de ontem, este ou o objetivo maior do agora senador Pedro Chaves.

“Vou analisar os projetos que já estão em andamento e dar seguimento. Outro foco é trabalhar muito na área da educação, saúde, meio ambiente e cultura, mas principalmente na saúde, buscando melhorar os atendimentos nas Upas, hospitais e buscando convênios com as prefeituras. Quero fazer uma gestão humanizada, que digam voltada ao municipalismo. Sou do local, quero mexer com o que move as cidades e seu no seu dia a dia”, explicou.

Pedro Chaves foi enfático em ratificar ou em dizer que seu ‘pensamento’, é que vai colocar como prioridade o apoio aos municípios. “Sou do bairro, municipalista, acredito que tudo começa pelas cidades, por isso quero estabelecer uma equipe para orientar os prefeitos, para elaboração de projetos que possam atrair recursos, de acordo com as regras e normas exigidas. Quero atender as demandas locais nas áreas que vai dar mais atenção: saúde, cultura, educação e meio ambiente. Sempre fui humanista, por isso escolhi estes temas como prioridade, de certa forma é uma linha diferente do senador Delcídio (Amaral) que focava mais projetos voltados a infraestrutura e logística do Estado, mas vou seguir o meu caminho, não tem como não ver a situação difícil que está a saúde”, apontou.

Histórico 

Veja na matéria que publicamos ontem, mas detalhes da vida e curriculum do novo representante do Estado, como senador da República. Chaves, ontem também falou sobrre a questão do impedimento da presidente Dilma, decidido na manhã desta quinta-feira (12) no Senado, e do qual , ele agora fará parte para a decisão definitiva no processo. “Agora vou estudar a questão da continuidade do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), do qual serei parte no julgamento no Senado Federal”, disse.

 

Comentários

comentários