Pedágio na BR-163 em MS começa a ser cobrado; valores vão de R$ 4,70 a R$ 7,20

A partir desta segunda-feira (14), quem passar pelo trecho da BR-163 concedido à iniciativa privada, em Mato Grosso do Sul, já pagará tarifas de pedágio. A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) autorizou a cobrança de pedágios em nove praças no Estado. Os valores vão de R$ 4,70 a R$ 7,20.

Cobrança começou a meia-noite desta segunda-feira
Cobrança começou a meia-noite desta segunda-feira

De acordo com a concessionária, as praças já estavam funcionando há duas semanas em uma operação simulada de cobrança.

Em Mundo Novo, Pedro Gomes, São Gabriel do Oeste e Jaraguari, as taxas são de R$ 4,70, R$ 5,40, R$ 5,50, R$ 5,60, respectivamente, porque a cobertura varia de 72,34 km a 86,24 km. Em Campo Grande e Rio Verde do Mato Grosso, onde o trecho de cobertura é maior, o preço cobrado será de R$ 7,20.

REPASSES
Cinco por cento da receita líquida arrecadada pela concessionária será repassado todos os meses para os 21 municípios margeados pela estrada, injetando cerca de R$ 1,5 milhão por mês nas receitas das Prefeituras, considerando o faturamento esperado de R$ 30 milhões/mês com a arrecadação de pedágios. Isso, através do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN).

De acordo com o diretor-presidente do grupo, o dinheiro será rateado proporcionalmente entre as 21 cidades, de acordo com a extensão da rodovia em seu território. Campo Grande pegará a maior fatia, 9,694% do total, o que equivale a pouco mais de R$ 145 mil por mês, sem a necessidade de fazer qualquer esforço em contrapartida, somente porque cerca de 82 quilômetros da BR-163 passam pela Capital.

Confira abaixo a tabela disponibilizada pela concessionária com todos os valores:

Pedágio começou a ser cobrado nesta segunda-feira em todo o Estado​
Pedágio começou a ser cobrado nesta segunda-feira em todo o Estado​

Comentários

comentários