Pecuarista é autuado por desmatamento de vegetação nativa

Da Redação

Divulgação

A PMA (Polícia Militar Ambietal), de Jardim realizou vistoria em uma propriedade rural no município de Nioaque, a 60 km da cidade, durante a Operação Cervo-do-Pantanal, que visa ao combate ao desmatamento ilegal. na fazenda fiscalizada uma área de vegetação nativa do bioma cerrado havia sido desmatada ilegalmente.

Os policiais mediram a área desmatada ilegalmente com uso de GPS, que perfez 1,12 hectares destruídos. No dia 16, a PMA já havia autuado uma fazendeira por desmatamento ilegal de 176 hectares também no município de Nioaque.

O fazendeiro de 51 anos, residente em Jardim, suprimiu a vegetação em 2015 e não possuía autorização ambiental para a atividade e no lugar da floresta desmatada havia pastagem e criação de gado no local. Parte da madeira proveniente da vegetação desmatada anda estava no local.

O infrator foi autuado e recebeu multa administrativa de R$ 336,00. Ele também responderá por crime ambiental, que prevê pena de três a seis meses de detenção.

Comentários