PC prende homem com arma de uso restrito e 50 munições, após ‘se mostrar’ na NET

Lúcio Borges

Policiais civis em Brasilândia prenderam Gustavo Alves Pereira, na tarde desta terça-feira (16), na área central da cidade, que fica a 300 km de Campo Grande. Ele foi pego e acusado de porte ilegal de arma de fogo, ainda de uso restrito. O rapaz foi abordado em frente a um estabelecimento comercial no centro, com o armamento na cintura. Além da arma, ele trazia no bolso 50 cartuchos da marca winchester, adquiridos no Paraguai.

Gustavo, ‘caiu’ pela exposição que se fez, armado na internet. Assim, ele já era investigado pela Polícia Civil desde que fotos dele e de um amigo portando uma pistola, a arma apreendida, circularam em redes sociais e em grupos de WhatsApp da cidade.

Na época a Polícia Civil executou mandados de buscas em duas residências, porém, a arma não havia sido localizada. Ele foi autuado em flagrante delito por crime de porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e contrabando, podendo ser condenado a uma pena de até 10 anos de reclusão.

A arma, uma pistola calibre .22 LR, de fabricação austríaca, é dotada de mira laser, acessório de uso restrito, motivo pelo qual o Delegado de Polícia não arbitrou fiança ao preso.

A Polícia Civil contou com o apoio da Polícia Militar na troca de informações que resultaram na prisão de Gustavo nesta data.

Comentários