PC prende dois com R$ 4,5 mil em tráfico de drogas e porte de arma de fogo

Lúcio Borges

Foto: divulgação PC-MS

A PC-MS (Polícia Civil de MS) em Nova Andradina, pegou dois traficantes na noite desta segunda-feira (11), com grande quantia de entorpecente, dinheiro e armas no município no sudeste de MS, a 300 km de Campo Grande. A ação policial, que veio após denuncias, apreendeu cerca de R$ 4,5 mil, aparelhos celulares, objetos passível de roubos e as drogas, ao prender Diego Arruda Machado, 27 anos, vulgo Fuem, e, Otair Ferreira de Oliveira, 39 anos. A dupla, a principio, foi autuada por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

Conforme a PC, os investigadores receberam informações que na residência situada na Rua Avelino Fernandes Sena, bairro Argemiro Ortega, estaria ocorrendo ou a algum tempo ocorre tráfico de drogas. Assim, os agentes se deslocaram até o local e no momento em que os policiais civis chegaram à residência visualizaram um indivíduo com a perna esquerda enfaixada, posteriormente identificado como sendo Otair. Ele entregava um objeto parecido com uma arma de fogo para Fuem, onde já foram abordados.

“Ao avistar a ação, já com cunho criminoso, imediatamente a equipe policial deu voz de abordagem aos dois indivíduos, mas Fuem a desrespeitou e fugiu para o interior da residência e o outro indivíduo, em virtude de estar com a perna machucada, não conseguiu fugir e permaneceu imóvel no local”, apontou PC-MS, que completou afirmando que o fugitivo foi alcançado e contido pelos policiais tentando esconder o objeto no interior da residência, ocasião em que se constatou que era um revólver calibre .357.

A polícia ao entrar na casa e no mesmo cômodo em que ele tentou esconder a arma de fogo, ai já ‘descobriu’ ou avistou os produtos apreendidos posteriormente. “Ao ir ao encontro dele onde pretendia esconder a arma, dai foram vistos de imediato três invólucros de substância com aparência de crack (aproximadamente 30g). E em buscas no quarto,  ainda foram localizados 459g de substância análoga ao crack, R$ 3.985,00 em cédulas e R$ 206,50 em moedas. Como também  dois telefones celulares dentro da residência, além dos telefones celulares que Fuem e Otair possuíam, e diversos objetos incompatíveis com a situação econômica de Diego”, relata boletim de ocorrência.

Prisão

Em seguida foi dada voz de prisão a Diego, pelo delito de tráfico de drogas e a Otair, pelo delito de porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, ambos sendo conduzidos para a 1ª DP de Nova Andradina para a lavratura do auto de prisão em flagrante delito.

Comentários