PC prende cinco em flagrante por tráfico de drogas na Capital

Lúcio Borges

A Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico), na tarde desta quarta-feira (21), conseguiu prender em flagrante o casal Jocimara da Silva Lescano, 37 anos, vulgo Branca, e, João Paulo Rodrigues Ferreira, 25, vulgo Nego, pelos crimes de Tráfico de Drogas e Associação para o Tráfico de Drogas. Um terceiro elemento, usuário, também foi detido no local, mas não teve nome divulgado, por não se tratar dos crimes apontados.

Segundo informações do boletim de ocorrência, após denuncia via ‘disque 181’ e com vigilância de um local  indicado como ponto de venda de entorpecentes, a ‘boca de fumo’ , foi detido um usuário que tinha acabado de adquirir maconha no local.

Assim, com a prova de materialidade (entorpecente apreendido) e comprovação da denúncia anônima, foi realizada a entrada no imóvel pela equipe de investigadores. Dentro da casa, houve a localização de 44 porções de maconha e três porções de pasta-base, já prontas para a venda, além de dinheiro trocado, típico da venda de entorpecentes, e balança de precisão.

Do total, duas porções, uma de maconha e uma de pasta-base estavam no bolso de João Paulo. Também foi detido um usuário fumando maconha dentro da residência. Após a apreensão os três acusados foram conduzidos à DENAR, sendo autuados em flagrante delito.

Pela manhã

Já em outro caso, pela ma manhã de ontem (21), por volta das 10h, a Polícia Civil, por meio de Equipes do Grupo de Operações Policiais (GOI), também prenderam em flagrante, na Vila Nhanhá, Kaique Vicente de Moura e Alexandre Pinho de Oliveira, pelo crime de tráfico de drogas.

Conforme B.O, os policiais realizavam diligências na região, quando visualizaram Kaique e Alexandre em atitudes suspeitas. Ao avistarem a viatura, os autores dispensaram no terreno de uma igreja da região, certa quantidade de substância análoga a cocaína.

Durante revista, foi encontrado com Kaique uma porção de maconha e certo valor de dinheiro sem origem comprovada. Nas imediações onde os autores foram abordados, também foi encontrado 16 porções de pasta base de cocaína em pedra.

No local também foi abordado um usuário que afirmou comprar entorpecentes dos autores, e que esta não seria a primeira vez.

Comentários