Paulo Siufi se diz despreocupado com julgamento no TJ-MS

Silvio Ferreira

O deputado estadual Paulo Siufi (MDB), afirmou aguardar com serenidade a decisão do TJ-MS sobre o andamento da ação – na qual é réu com vereadores da legislatura anterior na Câmara Municipal de Campo Grande, acusados ao final da Operação Coffee Break, do Ministério Público Estadual(MPE), de terem orquestrado a cassação do ex-prefeito Alcides Bernal (PP) em 2013.

Então vereador, Siufi se afastou da Câmara de Campo Grande no ano passado para assumir a vaga aberta na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul com a saída de Marquinhos Trad (PSD) para a disputa pela prefeitura de Campo Grande nas últimas eleições. Desde então passou a contar com foro privilegiado e a continuidade ou não da ação deve ser decidida pelo TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) nesta quarta-feira. Contra os demais acusados, o processo corre na 6ª Vara Criminal de Campo Grande

Siufi limitou-se a declarar durante a sessão desta quarta-feira (21) na Assembleia Legislativa, estar com “a consciência tranquila”, garantindo não ter participação em nenhuma ilegalidade e que deixou a  questão nas mãos de seu advogado.

O processo corre em segredo de Justiça e está sob relatoria do desembargador Júlio Roberto Siqueira Cardoso

Comentários

comentários