Patricia Pillar grava vídeo desmentindo agressão e declara apoio a Ciro Gomes

Imagem falsa circula na internet, vinculando atriz a mensagem favorável a Bolsonaro

A atriz, diretora e produtora Patricia Pillar divulgou, através de suas redes sociais, um vídeo onde desmente o boato de que teria sido agredida por Ciro Gomes, candidato à Presidência pelo PDT.

O boato surgiu através de uma imagem, que circulava pela internet e mostrava uma foto da atriz acompanhada da seguinte frase: “Gente, eu nunca fui casada com o Bolsonaro. Quem me batia era o Ciro Gomes”.

No vídeo, Patricia afirma: “Estou aqui para dizer que estão usando a minha imagem para divulgar notícias falsas e favorecendo um candidato que jamais seria o meu. Eu nunca sofri nenhum tipo de violência, da parte de ninguém. Isso é totalmente falso. E eu quero dizer também que, independente de qual seja o seu candidato, o que a gente precisa agora é de paz e respeito”.

Em seguida, a atriz postou outro vídeo, onde reforçou a importância do voto e declarou apoio à candidatura de Ciro: “O que eu defendo é um caminho novo, um caminho diferente do que está aí. O meu candidato é o Ciro Gomes, porque eu acredito no projeto que ele tem para o Brasil. Eu conheço o Ciro e voto no Ciro Gomes”.

Ciro a agradeceu publicamente, em suas redes sociais.

Patricia Pillar e Ciro Gomes foram casados por mais de uma década, entre 1999 e 2011.

Na corrida presidencial de 2002, a segunda disputada por Ciro, o candidato afirmou que Patricia, então sua esposa, “tinha um dos papéis mais importantes [da campanha], que é dormir comigo”. A declaração gerou desgaste, e o presidenciável terminou fora do segundo turno. Após a polêmica, Ciro se desculpou e a atriz o defendeu.

Comentários