Paris anuncia prisão de 23 envolvidos em atentados

Bernard Cazeneuve Ministro do Interior da FrançaO ministro francês do Interior, Bernard Cazeneuve, informou nesta segunda-feira (16) que foram realizadas 23 prisões em vários bairros franceses entre a noite de domingo (15) e a manhã de hoje.

Foram executados ainda 168 mandados de busca e apreensão nas casas de suspeitos de terem organizado os atentados de sexta-feira (13) e 31 armas – entre as quais, algumas de guerra – foram encontradas pelas autoridades.

O primeiro-ministro da França, Manuel Valls destacou que a França deve preparar-se para novos atentados, que o país ainda pode ser atacado “nos próximos dias, nas próximas semanas”.

“Vamos viver muito tempo com esta ameaça”, disse Valls à rádio RTL, avisando que “é preciso” estar preparado para isso e que o Estado Islâmico prepara mais ataques “não só contra a França, mas também contra outros países europeus”.

De acordo com o “The New York Times”, os autores dos ataques foram relacionados antes do massacre com membros-chave do Estado Islâmico, citando fontes policiais de ambos os lados do Atlântico.

As investigações, concentradas na França e na Bélgica, apontam que os terroristas comunicaram-se para os ataques através de um sistema criptografado.

Fonte: Jornal do Brasil 

Comentários

comentários