Para roubar, mulher dava “boa noite Cinderela” em idosos

A DERF (Delegacia Especializada em Roubos e Furtos), apresentou na tarde desta quarta-feira(7), em Campo Grande, uma mulher de 57 anos que foi indiciada pelo crime de roubo após dopar suas vitimas com gotas do medicamento Clonazepam misturado no alimento, mais conhecido como o “boa noite Cinderela”.

De acordo com informações repassadas pelo delegado Reginaldo Salomão, no último dia 1°, Donata de Souza da Silva abordou V.J.E, de 74 anos, que estava no ônibus coletivo que fazia a linha do bairro Aero Rancho. A mulher se identificou como Lucia, começou a conversar e desceu no mesmo ponto da vítima, alegando que era vendedora da Natura e tinha que fazer cobranças naquela região.

Mulher foi até ao Paraguai para comprar frascos do medicamento. (Foto Ivan Silva)

Donata então pediu água para a mulher, que a convidou para entrar, logo em seguida foram ate ao mercado comprar sorvete, e quando foram colocar nas taças a mulher aproveitou para colocar o remédio antidepressivo.
Após vitima e seu marido tomarem o sorvete, ficaram sonolentas e Donata aproveitou para roubar a quantia de R$110, que estava dentro de uma bolsa, celular, alianças e a chave da residencia.

O delegado alegou que Donata confessou o crime e inclusive foi até o Paraguai somente para comprar os frascos do medicamento. A mulher confessou também praticado outro roubo da mesma forma no bairro Caiobá, em Campo Grande, quando subtraiu a quantia de 18 mil.
Donata já tem passagem pelo crime de estelionato, pelo qual cumpriu pena de nove meses, em Cuiabá-MS.

Comentários