Palmeiras mantém sina de um vexame por ano desde 2000

Gabriel Jesus teve noite apagada no massacre da Chape (foto:Jardel da Costa/Futura Press)
Gabriel Jesus teve noite apagada no massacre da Chape (foto:Jardel da Costa/Futura Press)

A goleada de 5 a 1 sofrida para a Chapecoense não apenas tirou o Palmeiras do G4 do Campeonato Brasileiro como também manteve a sequência de ao menos um vexame por ano do time paulista desde o ano 2000. Nos últimos 15 anos, o clube sofreu pelo menos uma goleada, rebaixamento ou desclassificação inesperada dentro de casa em todas as temporadas.

A lista de vexames da equipe foi iniciada com a perda do título da Mercosul de 2000 para o Vasco por 4 a 3 de virada, sendo que terminou o primeiro tempo com o título praticamente na mão com a vitória parcial de 3 a 0. No segundo tempo, entretanto, os torcedores palmeirenses presentes no antigo Palestra Itália viram o atacante Romário comandar a virada com três gols.

Desde então, foram dois rebaixamentos (2002 e 2012), eliminações em casa para times de menor expressão (ASA de Arapiraca, em 2002, e Santo André, em 2004, ambos pela Copa do Brasil; e Goiás, em 2010, pela Copa Sul-Americana), e goleadas históricas (7 a 2 para o Vitória no Palestra Itália, em 2003; 6 a 2 para o Mirassol pelo Paulistão, em 2013; e 6 a 0 para o Goiás pelo Brasileiro de 2014).

Já em 2009, o time não levou goleada e nem foi desclassificado por um time pequeno, mas o torcedor palmeirense não acredita até hoje como o título Brasileiro ou ao menos a vaga para a Libertadores foram escapar após o time ter liderado a competição até a fase final.

Veja abaixo a lista completa de vexames do Palmeiras:

2015: Goleada para a Chapecoense por 5 a 1
2014: Goleada para o Goiás por 6 a 0
2013: Goleada para o Mirassol por 6 a 2, na primeira fase do Paulistão.
2012: Rebaixado pela segunda vez.
2011: Levou seis gols do Coritiba pela Copa do Brasil: 6 a 0
2010: Eliminado pelo Goiás na semifinal da Copa Sul-Americana, em casa: 2 a 1
2009: Liderou grande parte do Brasileirão e sequer chegou à Libertadores.
2008: Levou 5 a 2 do Flamengo no Maracanã. Torcida agrediu Luxemburgo.
2007: Precisava de uma vitória para ir à Libertadores, mas perdeu o Atlético-MG por 3 a 1 em pleno Palestra Itália, na última rodada.
2006: Apanhou do Figueirense por 6 a 1 em Floripa. Leão foi demitido.
2005: Tomou 4 a 1 do América-SP durante o Paulistão.
2004: Eliminado pelo Santo André na Copa do Brasil após empate de 4 a 4.
2003: Sofreu 7 a 2 do Vitória em jogo da Copa do Brasil no Palestra Itália.
2002: Eliminado em casa para o ASA-AL e rebaixado pela primeira vez.
2001: Tomou seis do Fluminense em derrota por 6 a 2, pelo Brasileirão.
2000: Perdeu o título da Mercosul para o Vasco em casa por 4 a 3. Virou o primeiro tempo vencendo por 3 a 0.

 

Comentários

comentários