Palmeiras e Corinthians fazem jogaço e empatam por 3 a 3 na casa alviverde

Um Dérbi para ser lembrado por muito tempo. Palmeiras e Corinthians fizeram um jogaço neste domingo, na arena palmeirense, pela 23ª rodada do Brasileirão. O empate, por 3 a 3, poderia ter tido um placar ainda maior, tamanho o volume de jogo e as chances criadas pelas duas equipes.

Lucas e Malcom disputam bola durante clássico na arena do Palmeiras (Foto: Marcos Ribolli)
Lucas e Malcom disputam bola durante clássico na arena do Palmeiras (Foto: Marcos Ribolli)

Para o Verdão, um gostinho amargo. Afinal, o time tomou a iniciativa e esteve à frente do placar três vezes, gols de Lucas, Robinho e Dudu. Para o Timão, uma demonstração de garra para não se entregar em nenhum momento. Os gols corintianos foram de Guilherme Arana, Amaral (contra) e Vagner Love.

O Timão se mantém na liderança, com 50 pontos, mas vê a diferença para o Atlético-MG, que venceu o Vasco no sábado, diminuir para dois pontos. Já o Palmeiras, com 35, fica em sétimo lugar.

O JOGO
O primeiro tempo do Dérbi foi alucinante: cinco gols, várias jogadas de perigo, disputas intensas. Um grande jogo, enfim. O Palmeiras começou em cima, marcando forte as saídas de bola do rival. O Corinthians, bem a seu estilo, se encolhia tentando encaixar o contra-ataque.

O placar começou a ser movimentado aos 18 minutos. Lucas, destaque do Verdão, foi à linha de fundo, pela direita, e cruzou. A bola desviou em Guilherme Arana e encobriu Cássio.

O Corinthians procurou sair com um pouco mais de rapidez após sofrer o gol e conseguiu o empate aos 24. Malcom percebeu o avanço de Arana pela esquerda e deu o passe. O jovem lateral recebeu e, com um leve toque, tirou a bola do alcance de Prass.

O jogo era muito intenso, e a resposta do Verdão foi rápida. Lucas, novamente, foi à linha de fundo e acertou ótimo cruzamento para Robinho marcar o seu primeiro gol no Brasileirão, aos 26.

O jogo tinha uma sequência que parecia ensaiada: Verdão atacando, fazendo gol, e o Corinthians intensificando suas ações quando ficava em desvantagem. Assim, saiu o segundo gol alvinegro.

Logo após Prass salvar o time da casa evitando o que seria um golaço de Renato Augusto, que fez fila, invadiu a área e parou no goleiro, o Timão teve uma falta do lado esquerdo. Na cobrança, Marciel desviou de cabeça, Prass espalmou, e Love chegou para completar. A bola ainda tocou em Amaral antes de entrar. O juiz deu gol contra do volante do Verdão, aos 37.

O Palmeiras não se deixou abater e voltou novamente à frente do placar aos 41. Em cobrança de escanteio da esquerda, de Zé Roberto, Alecsandro desviou, e Dudu apareceu livre para escorar de cabeça.

Após um primeiro tempo tão intenso, os times diminuíram o ritmo no segundo. O jogo se tornou um pouco mais truncado, mas, ainda assim, agradável e com gols. O Palmeiras seguiu comandando as ações, com o Corinthians aguardando espaços para contra-atacar.

O Verdão foi quem criou (e perdeu) as melhores chances: aos 10, com Gabriel parando em Cássio, e aos 29, com Zé Roberto desperdiçando grande chance ao receber livre na área e chutar por cima.

Justamente quando os donos da casa eram melhores, o Corinthians chegou ao gol de empate: em cobrança de falta aos 33, Felipe cabeceou, a bola bateu na cabeça de Vagner Love e entrou.

globoesporte.com

Comentários

comentários