‘Pai’ é preso por espancar filha que não mostrou celular na hora

Lúcio Borges

Foto ilustrativa

O desregramento, loucuras acumuladas ou a violência em si mesmo, fez mais uma vitima e por pouco não virou total tragedia na última sexta-feira (26), em Campo Grande, com um ‘pai’ batendo ou espancando a filha, porque ela não mostrou o celular, quando ou como ele queria. Contudo, o homem, que não teve nome liberado, um motorista autônomo, 35 anos foi preso acusado de espancar e fazer ameaças de morte a filha de 13 anos. O homem foi tão agressivo, que teria até pisado na cabeça da garota por causa de um celular. Ele passa por audiência de custódia nesta segunda-feira (29), para ser definido pela manutenção ou não de sua prisão.

Conforme informações da ocorrência, a adolescente estava na casa da bisavó, quando o pai chegou por volta das 11 horas da manhã de sexta-feira, pedindo para ver o celular dela. Com medo, a menina não entregou o telefone para o pai, que estava descontrolado. Porém, com a negativa da garota, o homem passou a espancá-la com um cinto deixando marcas nas costas, braços, pernas e orelhas.

A polícia foi chamada para conter o homem que confessou ter espancado a filha, porque ela estava com notas baixas na escola, e queria verificar o celular dela para ver o que estava acontecendo.

A verificar, mas a violência vem de anos

Para os policiais, a menina contou que desde os 5 anos é agredida pelo pai. Ele foi detido e levado para a delegacia onde foi autuado por lesão corporal dolosa e ameaça.

Comentários