Padrasto é suspeito de abusar das enteadas de 6 e 12 anos

Um homem de 21 anos está sendo investigado pela Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA). Ele é suspeito de abusar sexualmente das enteadas de seis e 12 anos e cometer maus-tratos com o irmão das vítimas, de sete anos. A polícia chegou ao caso por meio de denúncia.

download

Os crimes teriam ocorrido na casa onde a família mora, no bairro Danúbio Azul. As crianças foram interrogadas e contaram à polícia como o padrasto agia. Segundo a menina mais nova, ele a obrigada a fazer sexo oral, além de tentar a penetração. A de 12 anos contou que um dia acordou com o suspeito passando as mãos em seu corpo. Já o menino relatou que o homem o deixava de castigo de joelhos e com os braços erguidos.

As vítimas disseram que contaram para a mãe sobre os abusos, porém foram recomendadas a não contar sobre o caso para ninguém.

O suspeito permanece solto pois não houve flagrante. Ele e a mãe das vítimas serão ouvidos pela polícia na próxima semana.

Comentários

comentários