Ospina brilha, Tévez faz justiça: Argentina bate a Colômbia nos pênaltis e chega à semifinal

O enredo foi dos melhores. Jogo corrido, discussão e jogadas inacreditáveis. Tanto na tensa disputa por pênaltis como nos milagres que impediram a Argentina de vencer no tempo normal. Era a noite de São Ospina de Sausalito. Mas acabou sendo a noite da justa classificação hermana.

arge

 

Depois de grande superioridade nos 90 minutos e pelo menos três defesas espetaculares do goleiro rival, a Argentina venceu por 5 a 4 nas penalidades e garantiu sua vaga na semifinal da Copa América de 2015. Restou a Tévez, o jogador do povo, definir a classificação na última cobrança. Anunciado pelo Boca Juniors durante o jogo, o camisa 18 fez sorrir não apenas a “metade mais um”, slogan de seu novo (velho) clube, mas o país inteiro. O sonho de dar fim ao jejum de 22 anos segue vivo!

O JOGO

Foi um massacre no primeiro tempo. Durante 45 minutos, a Argentina dominou completamente a Colômbia e chegou perto de repetir a etapa inicial contra o Paraguai – só faltaram os gols. Foram 11 finalizações e boas chances perdidas. Como no lance em que Agüero, com o pé, e Messi, de cabeça, pararam em Ospina. Os hermanos não conseguiram manter o ritmo alucinante no segundo tempo. Não que a Colômbia tenha melhorado muito. Tanto que só finalizou pela primeira vez aos 21 minutos em cabeçada de Jackson Martínez. Cansada, a Argentina ameaçou menos. Mesmo assim esteve muito perto do gol. Banega acertou o travessão e Otamendi obrigou Ospina a outro milagre. Foram 18 finalizações, sendo 16 da Argentina, e nada de gol.
SEMIFINAL

Com a vitória, a Argentina espera o vencedor do confronto desse sábado entre Brasil e Paraguai. A semifinal será disputada na próxima terça-feira, em Concepción, às 20h30 (de Brasília). A primeira semifinal, já confirmada, será entre Chile e Peru, na segunda, em Santiago.

CLIMA QUENTE

O frio da noite de Viña de Mar ficou fora de campo. Dentro dele, jogadas ríspidas e muitas reclamações contra o árbitro mexicano Roberto Garcia. O primeiro tempo terminou com 15 faltas, fora as muitas que o juiz não marcou, e seis cartões amarelos: quatro para a Colômbia e dois para a Argentina. A etapa final não ficou muito atrás. Discussões, expulsão de um membro da comissão técnica da Argentina e mais bronca contra Garcia. O jogo terminou com oito amarelos.

MESSI X JAMES

O craque argentino fez sua melhor exibição na Copa América. Mostrou sua habilidade com lindos dribles e levou sempre perigo ao gol colombiano. Foram cinco chute e oito faltas recebidas – líder nos dois quesitos entre as duas equipes. Já o rival James, tanto na seleção como no clube (Barcelona x Real Madrid), teve atuação apagada como toda a Colômbia. Apareceu mais reclamando com o juiz do que jogando futebol.

PÊNALTIS

James marcou para a Colômbia, Messi empatou. Falcao fez 2 a 1, Garay soltou a bomba para igualar novamente. Cuadrado não desperdiçou, assim como Banega. Já Muriel mandou a bola por cima do gol, quase fora do estádio. Lavezzi bateu bem e deixou a Argentina em vantagem. Cardona tinha que fazer. E fez. A bola passou por baixo de Romero. A classificação ficou nos pés de Biglia… mandou para fora. Zuñiga parou em Romero. Nova chance, que Rojo mandou no travessão. Ai veio Murillo e também isolou. Coube a Tévez faz justiça: cobrança no meio do gol e vaga hermana.

globoesporte.com

Comentários

comentários