Organizadas de São Paulo se unem em homenagem à Chape e pedem paz

Rivais, torcidas organizadas de São Paulo adotaram um discurso de paz na tarde deste domingo, em ato realizado na Praça Charles Miler, em frente ao Pacaembu

As principais torcidas organizadas de Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo se reuniram na tarde deste domingo para uma homenagem às vítimas do acidente com o avião da Chapecoense. Também compareceram ao ato na Praça Charles Miller, em frente ao Pacaembu, organizadas do Santo André e XV de Piracicaba.

Organizadas se reuniram em frente ao Pacaembu  Guilherme Amaro
Organizadas se reuniram em frente ao Pacaembu Guilherme Amaro

Rivais, as torcidas adotaram um discurso de paz neste domingo. Antes de a homenagem começar, os líderes das organizadas se reuniram para uma conversa e posaram juntos para fotos.

– Não cabe mais morte no futebol – disse o presidente da Independente, que teve o discurso endossado pelos outros líderes.

O ato teve um minuto de silêncio, orações de Pai Nosso e Ave Maria, fogos de artifício, bandeiras de mastros, faixas e o tradicional grito que tem ecoado pelo mundo: “vamos, vamos, Chape”. Na parte final, os torcedores pediram “liberdade nas arquibancadas”.

A homenagem deste domingo contou com cerca de 1500 pessoas. As organizadas que participaram foram: Mancha Alviverde (Palmeiras), Torcida Jovem (Santos), Gaviões da Fiel e Camisa 12 (Corinthians), Independente e Dragões da Real (São Paulo), Esquadrão (XV de Piracicaba) e Esquadrão Andreense (Santo André). (Lancenet)

Comentários