Operários são encontrados mortos após acidente em Belo Monte

O Consórcio Construtor Belo Monte (CCBM) confirmou, por volta de 19h deste sábado (30), que o Corpo de Bombeiros de Altamira encontrou os corpos dos ajudantes de produção Denivaldo Soares Aguiar, José da Conceição Ferreira da Silva e Pedro Henrique dos Santos Silva, desaparecidos no acidente ocorrido na madrugada deste sábado no Sítio Belo Monte. Outros três funcionários da obra ficaram feridos durante o ocorrido, um segue internado. O CCBM afirma que presta todo o apoio às famílias das vítimas e colabora com o trabalho de peritos e agentes da Polícia Civil. As obras no canteiro foram paralisadas.

Imagem: Reprodução/G1 PA
Imagem: Reprodução/G1 PA

Segundo a Polícia Civil de Altamira, no sudoeste do Pará, por volta de 2h, um silo de estocagem de cimento, composto por tubos que têm capacidade para 1.200 toneladas, se soltou e caiu sobre os trabalhadores na área industrial do sítio Belo Monte. O investigador Leonnel Baía afirma que só uma perícia poderá descobrir as causas do acidente. “Pelas informações que nós tivemos, não houve explosão, não houve nada. Simplesmente era seis silos, um deles desprendeu e caiu sobre os trabalhadores. Naquele momento, não deu para o pessoal do IML fazer a remoção porque supostamente tinha comprometido a estrutura dos outros cinco silos”.

Os três funcionários feridos foram encaminhados para o Hospital Municipal de Altamira, onde receberam atendimento médico. Dois deles tiveram alta e o terceiro permanece internado com uma fratura no ombro.

Em nota, o CCBM confirma que o acidente ocorreu durante a operação de descarga de um caminhão e que os funcionários Denivaldo Soares Aguiar, José Conceição Ferreira da Silva e Pedro Henrique dos Santos da Silva, que trabalhavam no local, ainda não foram localizados pelas equipes de resgate até a manhã deste sábado.

G1

Comentários

comentários