Operação nacional contra facções criminosas cumpre mandados em MS

Grupos de combate ao crime organizado do Ministério Público cumprem 266 mandados de prisão e 203 de busca e apreensão.

O Grupo Nacional de Combate às Organizações Criminosas (GNOC) coordena uma megaoperação contra integrantes de facções criminosas em 15 estados na manhã desta terça-feira (4). Dez Grupos de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (GAECOs) do Ministério Público participam da operação, incluindo o de Mato Grosso do Sul.

Polícia Militar cumpre mandado em Hortolândia (SP) nesta manhã – Foto: Divulgação/Gaeco-SP

A ação cumpre 266 mandados de prisão e 203 de busca e apreensão, além de Mato Grosso do Sul, no Acre, Alagoas, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Pernambuco, Paraíba, Paraná, Rio de Janeiro, Roraima, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins. Até as 8h55 (de MS), não haviam divulgado o número de pessoas presas.

Ainda não há detalhes de prisões, ou informações de quantos mandados são cumpridos em Mato Grosso do Sul, um dos estados com maior hegemonia do PCC.

Os alvos são integrantes das facções criminosas: Primeiro Comando da Capital (PCC), de origem paulista, das cariocas Comando Vermelho (CV), Terceiro Comando Puro (TCP) e Amigo dos Amigos (ADA), da capixaba Primeiro Comando de Vitória (PCV) e da paraibana OKAIDA RB, uma dissidência da OKAIDA.

Em São Paulo, onde as ações são coordenadas, são 59 mandados de prisão e 10 de busca e apreensão contra integrantes do PCC. A ação ocorre em Americana, Arujá, Cerquilho, Guarulhos, Hortolândia, Jaboticabal, Limeira, Moji das Cruzes, Piracicaba, Ribeirão Preto, Rio das Pedras e Santa Bárbara D’Oeste, e contam com o apoio das polícias Militar e Civil.

No Tocantins, ainda é feita inspeção na Casa de Prisão Provisória de Palmas, com o objetivo apreender armas, drogas, explosivos, aparelhos de comunicação móvel e cadastros de faccionados.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu cometário!
Por favor, insira seu nome aqui