Onze presos fazem buraco em cela, pulam muralha e fogem de presídio

Do G1

Em Rio Branco, 11 presos fazem buraco em cela, pulam muralha e fogem de presídio (Foto: Quésia Melo/G1)

A Associação dos Servidores do Sistema Penitenciário do Acre (Asspen) informou que onze presos fizeram um buraco em uma das celas do pavilhão A do presídio Francisco d’Oliveira Conde e fugiram pulando a muralha da unidade.

O diretor do Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen-AC), Aberson Carvalho, confirmou a fuga e disse que está sendo feita a contagem dos presos no pavilhão onde houve a fuga.

“Estou indo verificar o que aconteceu, mas a informação é que fizeram um buraco no banheiro, saíram do pavilhão e conseguiram passar pela muralha”, conta.

A muralha por onde os presos passaram é de responsabilidade da Polícia Militar. O presidente da associação, José Janes, disse que o pavilhão está superlotado – com cerca de 700 presos.

“Não cabe mais preso lá, Tem de 20 a 30 presos em uma cela e não tem como o agente fazer os procedimentos. Por isso, a cobrança é que tenha um concurso efetivo. Não adianta fazer prédio e não colocar mão de obra”, reclama.

O Grupo de Escolta Especial de agentes e a Polícia Militar fazem buscas entorno da unidade para tentar recapturar os presos. As visitas não foram suspensas e seguiram normal mesmo após a fuga.

Comentários