Onyx explica como será negociação com partidos sem ‘toma lá, dá cá’

Com informações G1

Governo está ‘inventando uma fórmula’ que não envolve promessa por cargos, diz futuro ministro

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, anunciou por diversas vezes ao longo da campanha que, se eleito, terminaria com o chamado “toma lá, dá cá” na negociação com partidos. Neste domingo (2), um dos braços direitos de Bolsonaro, Onyx Lorenzoni, explicou ao G1 como será o modo de operação do governo.

“Nas conversas, juntamente com o presidente, vamos mostrar e apresentar como vai ser daqui para frente – diferentemente do que aconteceu nas últimas três décadas, o toma lá, dá cá. Estamos criando uma nova forma de relacionamento, inventando uma fórmula, que não tem cargos”, disse o futuro ministro, que nos próximos dias encontrará líderes de partidos como MDB, PRB, PR e PSDB.

“Não vai ter cargos, estamos conversando com as bancadas. Os líderes gostaram. Vamos cuidar dos parlamentares, eles serão respeitados”, prosseguiu.

Onyx disse ainda que, o invés de cargos, o governo dará aos parlamentares “atendimento criterioso nos programas do governo federal”. “A construção da parceria se dará previamente, a cada circunstância. Parlamentares serão convidados a serem padrinhos de projetos estruturantes, por exemplo, de estradas nos seus estados.”

 

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu cometário!
Por favor, insira seu nome aqui