ONU aprova resolução para retirada de civis em Aleppo

Mais de 500 pessoas, entre elas dezenas de civis, morreram desde o início em 1º de fevereiro da ofensiva do regime sírio, com o apoio da aviação russa, contra os rebeldes na província de Aleppo

O Conselho de Segurança das Nações Unidas (ONU) aprovou hoje (19), por unanimidade, a resolução para o envio de observadores da organização a Aleppo. O objetivo é monitorar a saída de civis da cidade em segurança. A informação é da Agência Ansa.

O acordo teria sido alcançado nos bastidores com os países que compõem o conselho, após a França aceitar emendas propostas pela Rússia.

O embaixador francês na ONU, François Delattre, disse que os 15 membros do conselho conseguiram chegar a acordo sobre um texto “baseado exatamente” no projeto da França, que propõe o envio de observadores internacionais para monitorar a retirada dos civis de Aleppo e a sua segurança.

Delattre assinalou que os observadores não irão precisar de autorização do governo sírio para trabalhar. Seu colega russo, Vitaly Churkin, estimou que se trata de “um bom texto”. De acordo com fontes locais, o texto votado pede um adequado monitoramento, direto e neutro, das evacuações em Aleppo.

Comentários