Olha eles de novo! Alemanha bate Chile e conquista a Copa das Confederações

Mesmo sem os principais jogadores que venceram a Copa do Mundo de 2014 no Brasil, a Alemanha venceu o Chile por 1 a 0 e conquistou pela primeira vez a Copa das Confederações. A partida foi disputada na Arena Zenit (Estádio Krestovsky), em São Petesburgo, na Rússia, neste domingo.

Os comandados por Joachim Löw repetiram os feitos de  França (2001) e Brasil (1997 e 2005), que conquistaram o torneio após serem campeões mundiais.

Na primeira fase, a Alemanha estreou com vitória por 3 a 2 sobre Camarões, empatou com o Chile por 1 a 1 e triunfou por 3 a 1 sobre Camarões. Nas semifinais, os alemães atropelaram o México por 4 a 1.

Já os chilenos começaram derrotando Camarões por 2 a 0, mas ficaram no empate com Alemanha (1 a 1 ) e Austrália por (1 a 1). Na semifinal, o Chile empatou com Portugal por 0 a 0 e venceu nos pênaltis por 3 a 0, com três defesas do goleiro Bravo.

O terceiro lugar da competição ficou com os portugueses, que mesmo sem Cristiano Ronaldo (que foi acompanhar o nascimento dos filhos gêmeos), venceram mais cedo o México na prorrogação por 2 a 1.

O Chile voltará a campo contra o Paraguai no Estádio Monumental de Santiago, 31 de agosto, às 19h30(de Brasília), em duelo válido pela 15ª rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.

Já a Alemanha visitará a República Checa na Eden Arena, em Praga, 1º de setembro,às 15h45, em jogo pelas Eliminatórias Européias para o Mundial.

CHILE 0 X 1 ALEMANHA

Local: Estádio de São Petersburgo, em São Petersburgo (Rússia)
Data: 2 de julho de 2017 (Domingo)
Horário: 15 horas (de Brasília)
Árbitro: não divulgado pela organização
Assistentes: não divulgados pela organização Público: 57.258 torcedores

Cartões amarelos: Vidal, Bravo e Jara (CHILE); Kimmich, Rudy e Can (ALEMANHA)

GOL: ALEMANHA: Stindl, aos 20 minutos do primeiro tempo

CHILE: Bravo, Isla, Medel, Jara e Beausejour; Marcelo Díaz (Leonardo Valencia), Aránguiz (Sagal), Arturo Vidal e Pablo Hernández; Eduardo Vargas (Puch) e Alexis Sánchez
Técnico: Juan Antonio Pizzi

ALEMANHA: Ter Stegen; Ginter, Mustafi e Rudiger; Kimmich, Rudy, Leon Goretzka (Sule), Jonas Hector e Draxler; Werner (Enre Can) e Stindl
Técnico: Joachim Low

Comentários