Oito meninos já foram resgatados de caverna na Tailândia; faltam 5 pessoas

Da Redação com AFP

Tailândia – As equipes de emergência iniciaram, nesta segunda-feira, uma nova operação para resgatar as nove pessoas que permaneciam presos em uma caverna inundada na Tailândia. Até o momento, mais quatro meninos foram retirados.

Time de futebol está preso em caverna na Tailândia – AFP

Agora, restam, além do treinador, outros quatro garotos. Assim como os quatro que foram resgatados neste domingo, eles foram hospitalizados. Todos eles estão deixando a caverna com a ajuda de mergulhadores experientes, que realizam uma megaoperação de resgate e que deve durar mais um dia.

Mais cedo, o coordenador da operação, Narongsak Osottanakorn, informou que a expectativa é que a ação desta segunda fosse um sucesso:

“Teremos boas notícias dentro de algumas horas”, afirmou.

Os quatro meninos resgatados neste domingo estão bem, mas ainda permanecem afastados de suas famílias para evitar uma contaminação devido à atual fragilidade. Narongsak Osottanakorn informou que os médicos pensam em permitir as visitas das famílias em breve, mas separadas por um vidro.

O time de futebol “Javalis Selvagens”, integrado por 12 meninos com idades entre 11 e 16 anos e seu jovem técnico, passou nove dias nas profundidades da caverna até que dois mergulhadores britânicos localizaram o grupo na segunda-feira passada. Abatidos, eles estavam sobre uma rocha a mais de quatro quilômetros da entrada da gruta.

O longo intervalo entre as operações de resgate é justificado pela necessidade dos mergulhadores de descansar após 11 horas de mergulho para chegar até os meninos e voltar à base de resgate. Além disso, eles precisam colocar mais cilindros de oxigênio pelo caminho.

A chuva de monção que ameaça inundar novamente a complexa rede subterrânea, de quase 10 quilômetros de comprimento, é o principal desafio para os socorristas, que temem novas tempestades antes da retirada de todo o grupo da caverna.

 

 

Comentários