Oficina de robótica para estudantes mobiliza equipe técnica do Sesi em Campo Grande

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Crianças e adolescentes de escolas públicas e privadas de Campo Grande tiveram uma manhã diferente neste sábado (22) no espaço Living Lab MS, localizado ao lado da sede do Sebrae/MS, onde participaram de uma oficina de robótica realizada pela equipe técnica da Escola do Sesi da Capital e voltada ao empreendedorismo com soluções inovadoras que envolvem habilidades da robótica. Dezenas de estudantes fizeram parte da 1ª edição do evento Living Lab Kids – Discovering Business World, promovido pelo Living Lab MS em parceria com Sebrae/MS, Sesi, UFMS, Fundect e IFMS.

Para a estudante Manoelly Maria, a experiência foi única, pois todo o conhecimento adquirido em sala de aula foi colocado em prática com a ajuda às crianças. “Acho muito importante que outras crianças tenham a oportunidade de saber o que a gente vivencia nas aulas de robótica, e esse desafio de construir algo que pode ajudar o próximo é bastante excelente, pois pode virar algo real para essas crianças”, destacou.

Foi primeira vez que o estudante Leonardo Moraes teve contato com a robótica. “No começo achei difícil, mas no decorrer da montagem acabou ficando mais fácil, vamos apresentar um projeto bem legal, no qual crianças com deficiente poderão interagir com um robô de lego. Pensamos nessa ideia, pois essas crianças têm dificuldade de socialização e um robô falante seria uma forma delas se sentirem menos sozinhas”, contou.

A oficina

Para a diretora da Escola do Sesi de Campo Grande, Glaucia Campos, a oficina descontrói a formalidade da sala de aula. “É uma proposta diferente de aplicar a robótica, e essa forma de trabalho realmente vem atender o conceito que o Sesi busca com os alunos, o compartilhamento de ideias, a relação social e a busca por resultados diferentes e inovadores”, avaliou.

Segundo a técnica de educação do Sesi, Juliana Nicolau, a proposta do Discovery Business Words é vivenciar uma oficina de robótica diferenciada com foco no empreendedorismo e inovação. “Os participantes foram desafiados a inventarem uma solução inovadora em cima de uma problemática, que é a criação de um brinquedo voltado para crianças com deficiência utilizando as maletas Lego que hoje faz parte da metodologia da Escola do Sesi”, explicou.

A coordenadora Living Lab MS, Leandra Costa, conta que a iniciativa surgiu para estimular as “startups” do Estado, além desenvolver ideias inovadoras com o tema empreendedorismo. “A gente quer trazer ações que provocam um olhar para o mercado antes dessas crianças crescerem e se tornarem universitárias, então nós pensamos em formas de disseminar ideias que sejam as necessidades que a sociedade tem”, disse.

Leandra Costa explicou que este é o início de um projeto que vai render muito trabalho e parceria entre o Sesi e Sebrae. “A nossa parceria é muito bacana! Essa é a primeira entre milhares de ações que ainda vamos fazer juntos em prol de uma coisa diferente que a gente faz em cada uma das instituições”, acrescentou.

Comentários

comentários