Número de pessoas com Aids que recebem tratamento dobrou em 5 anos

aidsO número de pessoas com Aids que recebem tratamento com antirretrovirais dobrou em cinco anos, chegando a 18,2 milhões, ou seja, a metade das pessoas que vivem hoje com HIV ou Aids no mundo, anunciou a ONUAids nesta segunda-feira (21).

Em junho deste ano, 18,2 milhões de pessoas tinham acesso aos tratamentos, um milhão a mais do que no início do ano e duas vezes mais do que há cinco anos, indicou o relatório da ONUAids, o programa das Nações Unidas sobre HIV e Aids.

“Se estes esforços prosseguirem será possível atingir o objetivo de 30 milhões de pessoas recebendo tratamento até 2020”, espera a ONUAids, que revelou o relatório em Windhoek, capital da Namíbia, um dos países mais afetados pela doença no mundo.

Assim, cerca da metade das 36,7 milhões de pessoas com Aids no mundo tem acesso a tratamentos atualmente.

“Os progressos que fizemos são notáveis, especialmente no que diz respeito aos tratamentos. Mas tudo ainda é incrivelmente frágil”, advertiu o diretor da Unaids, Michel Sidibé.

A maioria dos países estão longe de atingir o objetivo estabelecido pela ONUAids de tratar 90% dos pacientes infectados até 2020.

Não existe nenhuma vacina nem remédio para curar a Aids. O tratamento com antirretrovirais permite apenas controlar a evolução do vírus e aumentar a expectativa de vida dos soropositivos.

Comentários

comentários