Novos vereadores tomam posse na sexta-feira

Na quinta-feira (17), o presidente da Câmara de Vereadores, João Rocha (PSDB), que está viajando, “dá ciência” à Casa da vacância dos cargos dos vereadores cassados Thais Helena (PT), Paulo Pedra (PDT) e Delei Pinheiro (PSD), que perderam os cargos após serem denunciados por compra de votos..

Lívio Viana, José Chadid, Francisco Saci, Eduardo Cury, Marcos Alex, Roberto Durães e Cicero Avila.
Lívio Viana, José Chadid, Francisco Saci, Eduardo Cury, Marcos Alex, Roberto Durães e Cicero Avila.

Na sexta-feira, realizam sessão extraordinária para a posse de Roberto Santos Durães (PT) e Lívio (PSDB) e na terça-feira (22) eles já participam da sessão que terá eleição para nova composição da Mesa Diretora da Casa. Com a saída dos três vereadores cassados por compra de votos ficam vagos os cargos de 2ª e 3ª vices-presidentes e 1º secretário.

Conforme a assessoria da Câmara Municipal, os vereadores que estão saindo devem receber salários proporcionais até a data de notificação para deixarem os cargos. Da mesma forma, os que vão assumir os mandatos, que recebem a partir do dia da posse.

No lugar de Thais Helena, entra o suplente Roberto Duraes (PT), mesma situação de Eduardo Cury (PT do B), que ocupará a cadeira de Pedra. Juliana Zorzo (PSC) seria a primeira substituta de Delei, mas como os votos foram anulados, a coligação perde a vaga, que fica para o PSDB, com Lívio Viana, atual secretário adjunto de saúde do Governo do Estado.

Nesta quarta-feira, não haverá sessão na Casa, apenas reunião com os secretários municipais de Ricardo Trefzger Ballock e de Planejamento, Finanças e Controle, Disney de Souza Fernandes, para esclarecer o não pagamento de funcionários comissionados da gestão do prefeito afastado Gilmar Olarte.

Silvio ferreira com Jackson Nogueira

Comentários

comentários