Novo terremoto na Califórnia é o maior em 20 anos para a região

ESTADÃO/JN

Tremor de magnitude 7,1 é o segundo no Estado em menos de dois dias

LOS ANGELES – Um terremoto de magnitude 7,1 atingiu o sul da Califórnia na noite desta sexta-feira, 5, de acordo com o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS). O tremor é o mais forte em 20 anos na região, e supera o abalo de 6,4 graus que sacudiu o estado na última quinta-feira, 4.

Na quinta-feira, 4, um terremoto de de 6,4 graus de magnitude atingiu uma grande zona do sul da Califórnia Foto: Rex Emerson/HO/AFP Photo

O sismo ocorreu às 20h19 (00h19 em Brasília) e teve duração de pelo menos meio minuto. O epicentro foi a 17 quilômetros ao norte-nordeste de Ridgecrest, cidade de 30.000 habitantes que fica a 250 quilômetros de Los Angeles, onde também foi possível sentir o tremor, além do México. Ao norte, chegou à cidade de Sacramento e, ao leste, até Las Vegas. Houve ainda uma série de tremores secundários, alguns superando 5,0 em magnitude.

Diversos incêndios e feridos foram relatados em Ridgecrest, após o terremoto desta sexta, disse a porta-voz do condado de Kern, Megan Person. O condado ativou um centro de operações de emergência.

No condado de San Bernardino, os bombeiros informaram pelo Twitter que o sismo produziu “deslizamentos de casas”, além de ter derrubado “paredes de conteção”. Há também registro de uma pessoa com ferimentos leves, mas que já foi atendida.

Lucy Jones, do laboratório de sismologia do Instituto de Tecnologia da Califórnia, disse, no Twitter, que o terremoto foi uma sequência do que aconteceu na véspera. À AP, Lucy afirmou que a chance de um novo terremoto da magnitude 7,0 é de aproximadamente 1 em 10 e abalos secundários podem continuar ocorrendo Estado por semanas.

Na quinta-feira, 4, um terremoto de de 6,4 graus de magnitude atingiu uma grande zona do sul da Califórnia e partes de Nevada, sem nenhum registro de vítimas.

Comentários