Novas tempestades devem atingir o Paraná até amanhã

Tempestade destrói casas no Paraná. (Foto:Divulgação/Defesa Civil do Paraná)
Tempestade destrói casas no Paraná. (Foto:Divulgação/Defesa Civil do Paraná)

As fortes chuvas que atingem o estado do Paraná desde a última sexta-feira(10), devem continuar hoje(14) e amanhã(15), segundo previsão do Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar). Os temporais serão mais intenso nas regiões oeste, sudoeste, centro e sul do estado e há a possibilidade de cheias e inundações nas áreas urbanas. Não há previsão de geadas, mas as chuvas brandas vão continuar até o fim de semana.

Segundo o meteorologista do Simepar, Tarcísio Valentim da Costa, houve relatos de que um tornado teria atingido o município de Francisco Beltrão ontem (13), mas o órgão não confirmou a informação. “Nosso especialista em radar vai fazer a análise, mas o que temos é que foi um vendaval muito forte. A estação meteorológica registrou ventos de 55 quilômetros (Km) por hora, mas pelos estragos pode ter passado de 100 (km) por hora”, explicou.

Segundo boletim da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil do Paraná, 12.504 pessoas foram afetadas pelas chuvas em 35 municípios do estado. São 157 pessoas desabrigadas e desalojadas e 21 feridos. Uma casa foi destruída e 1.885 danificadas. O órgão monitora as chuvas, com informações do Simepar, e envia alimentos, colchões, lonas e telhas para a população atingida.

Uma frente fria que se desloca pela Região Sul do país, associada ao ar úmido e quente vindo do norte do país, provoca chuvas intensas nos três estados, segundo o Simepar. O Instituto Nacional de Meteorologia emitiu alerta para a região, com riscos de queda de galhos de árvores, alagamentos, incidência de descargas elétricas e granizo.

No Rio Grande do Sul, as fortes chuvas causaram alagamentos e falta de energia em diversos pontos da região metropolitana de Porto Alegre e do litoral norte do estado. Em Novo Hamburgo, quatro rios transbordaram e 400 pessoas foram afetadas.

Fonte: Agência Brasil.

Comentários

comentários