No segundo dia de oitivas, Vanderlei Cabeludo é o 1º a chegar no Gaeco

03cabeloAo chegar à sede do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado) para prestar depoimento, o vereador Vanderlei Cabeludo (PMDB), acompanhado do advogado de defesa. alegou que não sabe o que será perguntado e nem se está sendo intimado em condição de testemunha ou investigado.

Ele negou ainda que houve compra de votos dos vereadores para a cassação do prefeito Alcides Bernal (PP) em março do ano passado. “Todo mundo clamava por isso. A população queria e o Ministério Público pedia”, afirmou.

Cabeludo também foi questionado sobre como fica a situação da bancada do PMDB na Câmara, visto que Mário César (PMDB) foi afastado da presidência por envolvimento na Operação Coffee Break.” Acredito que ele retornará em breve , enquanto isso a bancada deve se reunir para dar continuidade aos trabalhos na Casa de Leis”, comentou.

Comentários

comentários