Neymar resolve e Brasil estreia com vitória na Copa América

Peruanos saem na frente, Neymar empata e dá passe para a virada já nos acréscimos do segundo tempo. Estreia sofrida para Dunga, que vence outra com o Brasil

Ufa, ufa. O Brasil quebrou o gelo da estreia na Copa América com emoção. Afinal, a suada vitória por 2 a 1, de virada, sobre o Peru contou com a genialidade de Neymar, que fez o seu e deu o passe para o gol decisivo de Douglas Costa. Cueva abriu o placar para os peruanos.

O frio que fazia em Temuco (cerca de 8ºC, mas sensação térmica bem mais baixa) parece ter congelado o sistema defensivo brasileiro. Em falha de David Luiz e Jefferson, o peruano aproveitou e fez o primeiro do jogo logo aos dois minutos de partida.

Neymar comanda vitória do Brasil na estreia na Copa América (Foto: Rodrigo Buendia/ AFP)
Neymar comanda vitória do Brasil na estreia na Copa América (Foto: Rodrigo Buendia/ AFP)

A reação, no entanto, foi rápida e com tempero catalão: em rápida troca de passes, Daniel Alves cruzou na medida da direita e Neymar, de cabeça, deixou tudo igual.

Os dois momentos descritos acima ilustram bem o que foram os primeiros 45 minutos. o ataque, sobre a batuta de Neymar, criou, ao menos, quatro boas oportunidades de gol.

Por outro lado, o Peru aproveitava o momento de instabilidade defensiva do Brasil e, mesmo em menor escala, dava trabalhar sobretudo em contra-ataques. Tal qual o Brasil, os peruanos sempre buscavam Guerrero. O novo reforço do Flamengo fez Miranda ter muito trabalho, além de fazer muito bem o pivô.

A segunda etapa começou mais truncada. Com proposta totalmente em jogar no erro do Brasil, o Peru recuou. A Seleção, por sua vez, não tinha a mesma velocidade e criatividade dos primeiros 45 minutos.

Para movimentar as ações só mesmo Neymar, que quase marcou um golaço. A bola explodiu no travessão de Gallese.

Para tentar mudar o panorama, Dunga apostou em Douglas Costa e Firmino nos lugares de Tardelli e Fred. E a estrela de Dunga demora, mas costuma brilhar em situações de adversidade. E contou com a genialidade de Neymar, que achou Douglas Costa livre para decretar um início de Copa América com triunfo diante de um rival frágil.

Dunga acumulou a 11ª vitória seguida com a Seleção Brasileira, após vencer dez amistosos consecutivos. Agora, que venha a Colômbia, com uma tonelada nas costas devido a derrota para a Venezuela.

FICHA TÉCNICA BRASIL 2 X 1 PERU

Local: Estádio Germán Becker, em Temuco (CHI)
Data/Hora: 14 de junho de 2015, às 18h30 (de Brasília)
Juiz: Roberto García (MEX)
Auxiliares: José Luiz Camargo (MEX) e Marvin Torrentera (MEX)
Público/Renda: 16.342 presentes / não divulgada
Cartões amarelos: Neymar, Diego Tardelli e Filipe Luís (BRA); Paolo Guerrero (PER)
GOLS: Cueva, 2’/1ºT (0-1); Neymar, 4’/1ºT (1-1) e Douglas Costa, 46’/2ºT (2-1).

BRASIL: Jefferson; Daniel Alves, David Luiz, Miranda e Filipe Luís; Fernandinho, Elias, Fred (Firmino, 29’/2ºT) e Willian (Everton Ribeiro, 40’/2ºT); Neymar e Diego Tardelli (Douglas Costa, 20’/2ºT). Técnico: Dunga.

PERU: Gallese; Advíncula, Zambrano, Ascues e Juan Vargas (Yotún, 42’/2ºT); Ballón, Lobatón, Joel Sánchez e Cueva (Reyna, 36’/2ºT); Farfán (Carrillo, 37’/2ºT)e Paolo Guerrero. Técnico: Ricardo Gareca

LANCEPRESS!

Comentários

comentários