Neymar quer jogar Tóquio-2020 e Copa América: ‘Sou fominha’

Placar/JP

Neymar tem uma prata e um ouro olímpico no currículo (Foto: Ivan Pacheco/VEJA.com)

Neymar, que ficou de fora da última Copa América, vencida pela seleção brasileira, por lesão, quer recuperar seu espaço no time e para isso se dispôs até a disputar os Jogos Olímpicos pela terceira vez, em Tóquio. O atacante, no entanto, admitiu que será difícil convencer o Paris Saint-Germain a liberá-lo. Neste domingo 12, ele brilhou com dois gols no empate em 3 a 3 do PSG diante do Monaco, no Parque dos Príncipes.

“Sou fominha. Estou disposto a jogar os dois, mas acho que é um pouco mais complicado, tem que conversar com o clube. Da outra vez (na Rio-2016), quando eu estava no Barcelona, não me deixaram jogar os dois, mas isso é conversado, é ver o que é melhor. Mas espero estar 100% para ajudar a seleção brasileira de alguma forma”, afirmou, depois da partida.

Neymar disputou duas Olimpíadas. Em Londres-2012, ficou com a medalha de prata ao perder a final para o México, ainda com idade olímpica (até 23 anos). Em 2016, optou por não disputar a Copa América Centenário para priorizar o inédito ouro olímpico, que chegou com vitória sobre a Alemanha, no Maracanã.

Neymar, que jamais conquistou o título da Copa América (falhou em 2011 e 2015 e não participou da campanha do título de 2019 devido a uma lesão no tornozelo) deverá ser um dos líderes de Tite na disputa deste ano, que terá como sedes a Colômbia e a Argentina.

Depois de mais uma grande atuação pelo PSG, na qual além de gols e dribles demonstrou disposição na marcação, Neymar disse que os problemas com a torcida francesa ficaram para trás.

“Para mim está normal, como quando cheguei aqui. Foi uma das melhores sensações que tive no futebol, ver como me trataram, como me receberam. E para mim segue normal. O que aconteceu no verão, todo mundo sabe. É uma história que passou. Hoje sou jogador do Paris, estou me dedicando ao máximo para fazer uma grande temporada e que a gente possa vencer. Não tenho nada contra a torcida, muito pelo contrário.”

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu cometário!
Por favor, insira seu nome aqui