Nave espacial russa desintegra-se ao chegar à Terra

Perda representa um prejuízo de quase 500 milhões de euros
Perda representa um prejuízo de quase 500 milhões de euros

Uma nave espacial de abastecimento russa, não tripulada, desintegrou-se hoje (8) ao cair sobre a Terra, após sofrer falhas de comunicação a caminho da Estação Espacial Internacional (EEI). A nave transportava oxigênio, água e alimentos para a equipe de seis astronautas da EEI. Eles não têm, porém, risco imediato de ficar sem mantimentos.

“A aeronave Progresso M-27M desapareceu às 5h04, hora de Moscou, em 8 de maio de 2015. Entrou na atmosfera sobre a parte central do Oceano Pacífico”, anunciou a agência espacial russa Roscosmos, em comunicado.

A perda da nave de carga representa um prejuízo de quase 500 milhões de euros, mas não põe em risco a tripulação da ISS, que tem reservas para vários meses.

Uma nave de abastecimento Dragon, da empresa norte-americana SpaceX, deve chegar à ISS a partir de 19 de junho.

Uma comissão de inquérito foi criada para determinar as circunstâncias do incidente, que parece ter ocorrido no momento da separação entre a nave e o foguete, segundo o vice-presidente da Roskosmos, Alexander Ivanov.

Além do material, a Progress transporta uma réplica da bandeira soviética que o Exército Vermelho hasteou em 1945, em Berlim. Ela seria utilizada pelos astronautas russos da ISS para celebrar o 9 de maio, data que marca a vitória aliada contra os nazistas na II Guerra Mundial.

Comentários

comentários