“Não vamos para o MMA”, rechaça Dorival sobre possível guerra na partida final

Dorival Junior falou a respeito da grande final da Copa do Brasil que será disputada nesta quarta-feira (2), às 22h00, no Allianz Parque.

Foto UOL
Foto UOL

O treinador disse que não existe clima de guerra, apesar do clássico ser marcado por muita rivalidade.

“Esse sentimento de briga, revanchismo, querer falar mais, ser mais valente, não existe. Vi Real e Barcelona, primeiro tempo teve uma falta, jogadores se respeitam. Outro caminho, ninguém precisa desmerecer, desrespeitar. Estamos jogando futebol, se não vamos para o MMA, boxe, outra coisa”, disse, em entrevista para a Rádio Bradesco.

“Estamos nos preparando para jogar futebol, buscar melhor resultado, se vencer, ótimo, vamos cumprimentar treinador e jogadores. Estamos preparado para vencê-los, vamos fazer de tudo, sempre respeitando, mas tem seres humanos. Não tem necessidade desse clima, ambientação para um espetáculo de futebol. Se não, vamos para campo todos blindado. E estou preparando para futebol, para vencer dentro de campo”, completou.

Após o apito final do primeiro jogo, os jogadores de Santos e Palmeiras acabaram se estranhando na Vila Belmiro. Durante a semana, os jogadores reclamaram bastante da arbitragem e trocaram alfinetadas.

UOL

Comentários

comentários